terça-feira, 15 de novembro de 2011

Eu odeio - Crepusculo

Ola galerinha!

Novamente uma postagem em meu blogzito.
Desta vez vou tentar começar uma ideia (agora sem acento) que já tinha pensado antes, chamada "Eu Odeio".
Consiste basicamente em levantar uma opinião sobre um tema.
Teremos obviamente uma critica e depois uma contra-critica.

Pra começar, nada menos que a saga "Crepusculo"



Porque NÃO ASSISTIR :

Crepusculo foi baseado em um livro de uma autora que claramente não sabe o que são vampiros. Em nenhuma citação, em nenhum lugar, por mais insano ou ignorante que uma pessoa seja...Estas não são as características de um vampiro.
Brilhar no sol? Sério?
De fato, brilhar no sol não foi a PIOR coisa. O contexto que ele se encaixa sim.
"Somos vampiros, bebemos sangue humano, somos super-fortes e poderosos , mas não podemos ir a luz do sol porque brilhamos e por isso nossa identidade seria revelada"
Como mostrado nos outros filmes, eles não foram sutis escondendo o quão poderosos são, tendo a maior riqueza mundial. Nem preciso comentar o quão forçado foi inventar o personagem mais rico da história.
Agora sobre a Bella.
Oh querida Bella!
Nos livros ela se torna um personagem mais "real" , porque la ela não tem rosto, não tem expressão, não tem movimento....PORQUE É UM LIVRO.
Mas na telinha, as coisas são diferentes.É necessário completar estas lacunas.
Não culpo a Kristen Stewart, ela tem um histórico de fazer filmes com uma carga emocional muito grande (vide Speak), fazer esse papel foi um merecido descanso.
Edward não passa de um adolescente com mais de 100 anos.
Nos livros temos uma versão mais completa da história. Aonde mostra que ele foi transformado em vampiro a pedido da mãe biológica por ele estar com gripe espanhola. Segundo os livros, a nova mãe vampira o doutrinou com novos princípios morais. Basicamente ele seria "vegetariano".
-Comer carne não é legal, eles são mais que comida, eles podem ser seus amigos.
Conceitualmente, historinha bacana. Mas desculpe senhorita Meyer, não colou.
Nos filmes, podemos ver um apelo sexual (para adolescentes) muito forte, fato que diminui a credibilidade do personagem.

Motivos para ASSISTIR :

Desde quando vampiros existem?
Por ser fictício podem existir varias versões diferentes, sendo nenhuma delas verdade. Porque eles simplesmente NÃO EXISTEM.
Dizer que um vampiro é mais real que outro é totalmente ilógico.
Já tivemos tantas novas características adicionadas que as pessoas esquecem dos primórdios.
Vampiros tem seu inicio na mitologia egípcia, como sacerdotes do deus Seth que foram banidos da luz por Hórus.
Notaram? nenhum conto sobre beber sangue humano, sobre se transformar em lobo/morcego/névoa , pedir permissão para entrar na casa, sofrer dano com prata , estaca no coração para mata-lo, etc...
Todos os outros pegaram um conto ficcional e adicionaram uma coisa ali e outra ali, mas se você quiser criticar Crepúsculo com o argumento que "brilhar no sol" não é coisa de vampiro, então você vai ter que levar todos os outros ali junto.







Por enquanto é só.
Não esqueça de clicar nas propagandas ali para ganhar uma graninha.
Obrigado pela atenção.


10 comentários:

  1. No he leido el libro...

    ResponderExcluir
  2. Definitivamente, o tema não me seduz.
    Nunca assisti, nunca assistirei.
    P.S.
    Experimente o bolo. Não pode ser mais fácil e, garanto, é da D. Cira, delicioso, portanto.
    Convido-a a que visite o meu outro blog e fique como seguidora.
    Também seguirei o seu.Beijo

    ResponderExcluir
  3. Também fiquei naquela, de DAHHHH, os vampiros não brilham ao sol, eles MORREM ao sol =)

    ResponderExcluir
  4. Realmente eu não sou da galera que gosta de vampiros. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  5. Esse tipo de leitura não me atrai. Quanto aos aspectos que colocou em relevância, acredito que, na ficção, tudo se pode.

    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Bem, resta-me a mim que sou "louca" pela leitura do fantástico comentar ealgo a favor...!
    Começo logo por dizer que os filmes da saga não vou comentar e por uma razão muito simples:
    Eu não gosto de ver filmes feitos a partir de histórias de livros.A minha opinião é que o filme fica quase sempre mais pobre.
    Na leitura um dos aspetos que mais me atrai é a parte descritiva dos lugares, das personagens... e no filme eu não tenho esse pormenor.
    Agora a série mas em livro, e o que tem que ser levado em consideração:
    Jamais nos podemos esquecer que tipo de leitura temos em mão, são livros de ficção, são literatura do fantástico, ou seja à partida a pessoa vai ler algo que não tem nada a ver com aquilo que é real.Vampiros não existem, lobisomens também não.
    Então como podemos querer encontrar lógica e coerencia em algo que é irreal?
    Com este tipo de leitura o que os escritores têm que levar em consideração é o que o leitor espera dum livro deste género. Quanto mais suspense, mistério, intriga e trama mais leitores o lerão.
    Eu quero um livro com leitura coerente? Então decididamente estou no género literário errado...
    Peço desculpa mas esta é a minha opinião sobre o tema
    Um abraço

    ResponderExcluir
  7. NOSSA minha irmã mostrou isso e eu nem acreditei :X cara que triste essa opnião, eu entendo seu blog mas é triste.

    kisus bye

    ResponderExcluir
  8. Deixa a boba da minha irmã de lado, ela leu só a primeira parte e achou que tinha lido tudo. Bom trabalho ai, gostei da ideia. Não gosto do livro ou da historia mas fiquei achei legal os pontos de vista.

    ResponderExcluir

Obrigado
Merci
Thank you